ONU anuncia acordo para troca de prisioneiros no Iêmen

11

13:47 h

O enviado da Organização das Nações Unidas (ONU) para o Iêmen, Martin Griffiths, anunciou nesta quinta-feira um acordo para o troca de prisioneiros entre os dois lados que se enfrentam no país, em discurso no início da rodada de conversas de paz.

“Estou feliz em anunciar a assinatura de um acordo de troca de presos, detidos e pessoas em prisão domiciliar”, indicou Griffiths em coletiva na Suécia.

Ele afirmou que “milhares de famílias serão reunidas” graças a esta troca de presos, que também será “um bom sinal” para contribuir para as negociações de paz. O enviado da ONU afirmou que espera que as consultas de paz que começam hoje sirvam para “retomar o processo político no Iêmen”.

“Não é fácil. Há mais de dois anos que não se sentam juntos. Enfrentaremos desafios nos próximos dias”, disse o enviado da ONU.

Conforme explicou, as conversas dos próximos dias serão para tratar, entre outros assuntos, a redução das hostilidades, o acesso da ajuda humanitária e temas econômicos.

Ele também parabenizou o fato de ambos os lados terem combinado de diminuir a violência nas últimas semanas para favorecer as conversas.

“A redução da violência e a contenção no campo de batalha são importantes para salvar vidas e dar sinais para perseguir uma solução política”, acrescentou.

Estas consultas de paz, organizadas pela ONU na cidade de Rimbo, são as primeiras entre o governo iemenita e os rebeldes houthis em mais de dois anos.