Secretária soube da morte de irmã por áudios em aplicativos de mensagens

A secretária Camila Carla de Souza, 25 anos, soube da morte da irmã adotiva Suelen Nitz por meio de aúdios recebidos em um aplicativo de mensagens. Suelen tinha 24 anos e é uma das três vítimas do acidente que aconteceu na tarde de sábado (28) em Santa Maria de Jetibá, na região Serrana do Estado. 

“Recebi alguns áudios sobre um acidente que tinha acontecido perto da minha casa. Na curiosidade, fui lá ver e, quando cheguei, me deparei com o carro e umas pessoas conhecidas”, conta Camila.

A secretária disse ainda que suspeitou da situação ao ver a cena e abordou os policiais que atendiam a ocorrência. “Fui perguntar aos policiais e eles confirmaram a identidade da minha irmã, do meu cunhado e da irmã dele”, disse.

Além de mulher, o acidente também vitimou o lavrador Dazio Schroeder, 25, e a sua irmã, cunhada de Suelen, a doméstica Agnelda Schroeder, de 37 anos de idade.

Segundo informações de testemunhas, o acidente aconteceu por volta de 16h30 em uma ponte que liga os bairros Sebastião do Belém e Recreio. O veículo era dirigido por Dazio.

No momento do acidente, o carro subia a ponte quando Dazio visualizou que já havia outro veículo lá em cima. Como o local é estreiro, o lavrador freou o carro. O Fiat Strada deslizou na estrada de chão e caiu dentro do rio.

Suelen e Agnelda morreram na hora. Os corpos das mulheres foram resgatados no sábado. Já Dazio ficou preso no carro e foi resgatado na manhã deste domingo (29), segundo familiares.

Ainda de acordo com Camila, toda a família ficou em choque com a morte da irmã. “Foi um choque muito grande ver aquela cena. A gente nunca espera…”, conta a secretária em meio às lágrimas.

As informações são do Tribuna Online.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *