ES vai receber pacientes de Santa Catarina para tratar a Covid-19, anuncia governador

(PORTAL G1) – O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), anunciou, em uma coletiva de imprensa nesta segunda-feira (1), que vai disponibilizar 15 leitos de UTI para o tratamento de pacientes de Santa Catarina com Covid-19.

“Temos 45 leitos à disposição de outros estados. Estamos vendo o crescimento da pandemia no Brasil e é fundamental trabalharmos juntos”, enfatizou o governador. Segundo Casagrande, os pacientes de Santa Catarina devem chegar ao estado nesta quarta-feira (3).

Nos próximos 15 dias, de acordo com Casagrande, serão abertos 70 novos leitos de UTI para Covid-19 no Espírito Santo. Até o fim de abril, serão mais 88 leitos. O governo informou que alguns serão comprados da rede particular, mas a maioria será pela ampliação da oferta na rede hospitalar estadual.

 Além da abertura de novos leitos, o governador também informou que vai aumentar a testagem. “Vamos testar o máximo que pudermos testar. Chegaram 62 mil testes antígeno da OPAS (Organização Pan-Americana da Saúde) para a gente e compramos mais 250 mil testes para fazer a testagem em massa da população”, contabilizou o governador.

Pacientes de fora

O Espírito Santo recebeu, entre os dias 21 e 22 de janeiro, 36 pacientes transferidos de Manaus, para darem continuidade ao tratamento contra o novo coronavírus. Isso ocorreu devido à grave crise sanitária na cidade, que registrou falta de oxigênio e leitos para os pacientes. Já recebendo tratamento no Espírito Santo, seis amazonenses morreram de Covid-19.

A oferta de leitos por parte do governo do Espírito Santo foi feita após a capital amazonense enfrentar um colapso no sistema de saúde por falta de oxigênio nos hospitais. Na época, a demanda pelo produto cresceu após o recorde de internações.

Depois de receber os amazonenses, o Espírito Santo recebeu 15 rondonianos para tratar a Covid-19 no hospital referência Jayme Santos Neves. A primeira paciente, uma mulher de 52 anos, chegou ao estado no dia 7 de fevereiro.

Compra de vacina

Durante a coletiva, o governador Renato Casagrande colocou o estado novamente à disposição para compra de doses de vacinas contra Covid-19. Essa negociação está sendo feita com 12 laboratórios.

Nesta terça-feira (2), um grupo de governadores vai se reunir em Brasília para visitar a sede da União Química, laboratório representa a vacina russa Sputnik V no Brasil. O imunizante está na última fase para aprovação da Anvisa.

O objetivo do encontro, de acordo com Casagrande, é deliberar com outros estados a compra conjunta de vacinas. Também haverá uma reunião dos representantes no Congresso para conversar sobre diretrizes para o enfrentamento da pandemia.

“A estratégia dos estados é a busca de laboratórios que não tenham contrato com o Governo Federal para fazer a compra das vacinas e incluí-las no plano nacional de imunização. Queremos que todos os brasileiros sejam vacinados ao mesmo tempo”, disse. Casagrande informou que o Espírito Santo tem R$ 200 milhões disponíveis para a compra de imunizantes.

Casagrande também contestou uma publicação feita pelo presidente Jair Bolsonaro sobre os repasses feitos ao Espírito Santo. No domingo (28), Bolsonaro publicou em uma rede social que o Governo Federal destinou R$ 21 bilhões ao estado durante a pandemia em 2020.

Segundo Casagrande, o governo do Estado e os municípios capixabas receberam da União em 2020, em função da pandemia, R$ 2,2 bilhões. O governador disse que o restante foi repassado de forma como determina a Constituição Federal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *