Evento discutirá sobre geoturismo e geodiversidade de Chapada dos Guimarães

Você sabe como e porque os cientistas afirmam que Chapada dos Guimarães (60km de Cuiabá – MT) já foi mar e também um grande deserto? E que na região também já existiram vulcões e grandes dinossauros? As rochas observadas nas belas paisagens, compondo paredões e cachoeiras, comprovam essas questões e muitas outras sobre a história do planeta Terra.

Se você acha esses temas interessantes e quer aprender mais sobre eles, participe do III Workshop Geoparque Chapada dos Guimarães que ocorrerá nos dias 29 e 30 de novembro, de forma híbrida (presencial e on-line), no Auditório Milton Figueiredo, da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, em Cuiabá.

A programação conta com minicursos, palestras nacionais e internacionais, além de diversos concursos com premiações. O evento é direcionado para toda a população, em especial para professores, estudantes, geógrafos, geólogos, profissionais relacionados a área de turismo e qualquer outro interessado em conhecer mais sobre geoparques, geodiversidade e geoturismo.

A realização do Workshop visa divulgar o potencial do município de Chapada dos Guimarães para que ele possa se candidatar para ser um Geoparque da UNESCO. Os Geoparques Globais da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) são áreas geográficas unificadas, onde locais e paisagens de importância geológica internacional são gerenciados com base em um conceito holístico de proteção, educação e desenvolvimento sustentável. O conceito de Geoparque vem avançando desde 2004 quando foi criada a Rede Mundial de Geoparques e, a cada ano, tem se tornado mais popular. Atualmente, existem 169 Geoparques Globais da UNESCO, em 44 países, sendo apenas um deles no Brasil, o Geoparque do Araripe, no Ceará. O país conta ainda com 4 Geoparques aspirantes, que podem receber o reconhecimento em breve. Chapada dos Guimarães busca entrar na lista de Geoparques aspirantes para que no futuro a região receba o título da UNESCO.

Além de diversas palestras com especialistas de várias partes do Brasil e do mundo, cinco minicursos serão realizados, sendo eles: 1) Iniciativas em Geoconservação: Práticas de ensino em Paleontologia; 2) Geologia de Chapada dos Guimarães; 3) Introdução à Geoespeleologia; 4) Por dentro da Langsdorff: Olhares possíveis sobre uma expedição científica; e 5) Técnicas de Interpretação Ambiental para o Turismo em Áreas Naturais.

O evento é uma realização da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), da Federação Brasileira de Geólogos (FEBRAGEO), da Associação Profissional dos Geólogos do Estado de Mato Grosso (AGEMAT) e da Associação de Geólogos de Cuiabá (GEOCLUBE). E conta com patrocínio máster do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA-MT).

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site: https://www.even3.com.br/geoparquechapada2021/. Vagas limitadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *