Revolta em São Mateus ES: Taxistas acusam prefeito Daniel da Açaí de omisso

Prefeitura não fiscaliza o serviço clandestino, e com isso a cada dia aumenta o número de aplicativos na cidade

(JORNAL A ILHA) – A invasão de motoristas de aplicativos na cidade de São Mateus cobrando corridas até a R$ 5,00 está levando os motoristas de táxis ao extremo. Acusam o prefeito Daniel Santana Barbosa, o Daniel da Açaí de omisso. Segundo eles, a prefeitura não fiscaliza e com isso a cada dia aumenta o número de aplicativos na cidade.

Motoristas que preferem não se identificar para evitar represálias afirmam que o prefeito, com a omissão, acaba prejudicando chefes de famílias que trabalham legalmente; que pagam seus impostos e deveriam ter a proteção do município, e afirmam que a concorrência é desleal.

De acordo com informações repassadas à Redação do Site do Jornal A Ilha, motoristas de aplicativos costumam chegar à Rodoviária no centro da cidade às 6 horas e ficam o dia inteiro à espera de passageiros, prejudicando aqueles que trabalham dentro da legalidade.

Semana passada houve uma carreata de motoristas de aplicativos na cidade e pelo que se pode observar passou de 60 o número deles trabalhando de forma irregular. Como estão na clandestinidade, acabam não pagando os impostos.

Diante da omissão do prefeito, segundo os taxistas, a categoria poderá provocar uma paralisação na cidade a qualquer momento para exigir providências das autoridades, inclusive do Ministério Público e da Justiça. “Do jeito que está não pode continuar e o prefeito está fazendo política com os clandestinos enquanto que nós estamos impedidos de trabalhar para colocar comida na nossa mesa e sustentar nossos filhos”, desabafam.

Atualmente existem aproximadamente 140 taxistas registrados na Secretara de Defesa Social, mas o número real de clandestinos fica difícil saber porque a cada dia esse número aumenta, além de não pagarem impostos invadem os pontos dos profissionais do serviço público..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *