Secont e Polícia Civil trocam experiências para fortalecer o combate à corrupção

A Secretaria de Estado de Controle e Transparência (Secont) recebeu, na tarde desta quinta-feira (22), a visita institucional do superintendente de Ações Estratégicas da Polícia Civil do Estado, João Batista Calmon, acompanhado dos delegados Marcus Vinicius Rodrigues de Souza, Ricardo de Almeida Soares e Jeremias dos Santos. O objetivo da visita foi a troca de experiências sobre o trabalho de prevenção e combate à corrupção desenvolvido pelas instituições.

Representando o delegado-geral, o superintendente João Batista Calmon apresentou à equipe da Secont a nova estrutura administrativa da Polícia Civil. Em julho último, foram criadas a Divisão de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado (Diccor) e a Delegacia de Combate à Corrupção (Deccor). As novas unidades substituíram as antigas Divisão de Ações Estratégicas e Delegacia de Crimes Contra a Administração Pública (Decap).

As alterações foram realizadas sem gerar custos para o Estado e fazem parte de um pacote de medidas de combate à corrupção e ao crime organizado.  No início deste mês foi inaugurada a Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme), que faz parte da estrutura da Diccor, composta, ainda, pela Deccor, pela Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) e pela Delegacia de Combate aos Crimes Tributários (DCCOT).

O secretário de Estado de Controle e Transparência, Edmar Camata, ressaltou que a Secont conta com a Subsecretaria de Integridade Governamental e Empresarial (Subint), responsável por conduzir as investigações para apurar os atos lesivos à administração pública praticados por pessoas jurídicas. A Subint foi criada após a entrada em vigor da Lei Anticorrupção (Lei 12.846/2013), que prevê a responsabilização administrativa de empresas envolvidas em atos de corrupção.

“Essa troca de informações é muito importante, pois os trabalhos da Polícia Civil e da Secont no combate à corrupção são complementares. A integração entre as instituições é fundamental para sermos cada vez mais eficientes”, observou Edmar Camata.

A reunião contou com a presença da subsecretária de Transparência, Mirian Porto do Sacramento; do corregedor-geral do Estado, Helmut D’Auvila; da coordenadora de Investigação Preliminar da Subint, Giliana Zanotti Epifanio; da coordenadora de Processo Administrativo de Responsabilização, Thaiz Queiroga Barros; e dos auditores Fabiano Louzada e Margarida Rocon.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *