Governo faz nova avaliação de auxílio para 100 mil capixabas que tiveram pedido negado

O governo federal faz nova avaliação para quem teve o cadastro rejeitado e tentou mais uma vez. Há quem esteja na 3ª tentativa

(TRIBUNA ONLINE) – Uma em cada quatro solicitações de auxílio emergencial feitas pelo aplicativo ou site da Caixa Econômica está passando por uma nova avaliação. A informação foi divulgada pelo presidente do banco, Pedro Guimarães.
Segundo os dados da Caixa, cerca de 19,9 milhões de solicitações feitas pela modalidade digital (o que exclui beneficiários do Bolsa Família e inscritos no CadÚnico) foram consideradas inelegíveis.

Desse total, 4,9 milhões —aproximadamente 25%— estão passando por reanálise pela Dataprev e pelo Ministério da Cidadania e poderão ser aprovadas. Em todo o Espírito Santo, esse número de casos que estão passando por nova análise é estimado em aproximadamente 100 mil solicitações.

A universitária Luana Martins fez a primeira solicitação do auxílio emergencial no dia 7 de abril, quando foram iniciados os cadastros do programa. Ela recebeu duas respostas negativas, e agora aguarda a terceira avaliação no sistema.

“Eu faço estágio, mas complementava o salário fazendo ações como promotora em eventos. Com a quarentena, suspenderam todas as festas e meu orçamento diminuiu muito, porque só com o que eu ganho no estágio não consigo manter as contas todas em dia”, afirma a jovem de 27 anos.

Ainda segundo a Caixa Econômica, outros 5 milhões de pedidos que estão sendo analisados pela primeira vez também poderão ser liberados. Dos 54,2 milhões de cadastros feitos para receber o benefício, apenas 29,3 milhões foram concedidos.

“Esse número certamente aumentará e, assim que recebermos essa base de dados, começaremos a pagar”, afirmou o presidente da Caixa, Pedro Guimarães.

Lote

A Caixa continua com o pagamento em dinheiro do último lote liberado da primeira parcela do benefício. Ontem, foi liberado o pagamento para aniversariantes de mês de setembro.

Cerca de 700 mil pessoas já receberam o auxílio. O calendário segue até sexta-feira, para nascidos em dezembro. Estes beneficiários, por serem do novo lote, ainda terão de esperar a divulgação de um novo calendário para a liberação da segunda parcela.

À espera de uma resposta do governo

O autônomo Jardel Francisco, de 32 anos, está entre os aproximadamente 100 mil capixabas que ainda aguardam uma reavaliação do pedido de auxílio emergencial. Jardel fez o cadastro logo nos primeiros dias do programa, e afirma estar esperando há 50 dias pela aprovação da solicitação. O autônomo recebeu uma primeira resposta negativa, refez os dados, e agora aguarda a reavaliação do pedido.

 Jardel Francisco (Foto: Acervo pessoal)

“Estou sem carteira assinada desde janeiro de 2018, quando era gerente de loja, e desde então tenho feito pequenos trabalhos como entregador. Mas esses bicos não estão sendo suficientes para cobrir as contas. Tenho duas filhas para criar em casa, e esse auxílio ajudaria bastante neste momento”, afirma.

Reavaliação

A Caixa afirmou que 25% dos 19,9 milhões dos pedidos de auxílio emergencial que foram considerados inelegíveis (negados) estão passando por um novo processo de análise pela Dataprev e pelo Ministério da Cidadania, e podem ser aprovados nos próximos dias.

Esse montante chega a um total de 4,9 milhões de pedidos. Aproximadamente 100 mil são de moradores do Espírito Santo. Segundo a Caixa, os principais motivos para a análise apresentar a resposta “dados inconclusivos” podem ser: marcação como chefe de família sem indicação de nenhum membro; falta de inserção da informação de sexo;
inserção incorreta de dados de membro da família, tais como CPF e data de nascimento; divergência de cadastramento entre membros da mesma família; inclusão de alguma pessoa da família com indicativo de óbito.

Primeira parcela

Segue até a próxima sexta o pagamento da 1ª parcela de quem teve o cadastro aprovado pelo sistema. Ontem, foram pagos os beneficiários nascidos no mês de setembro. Hoje recebem os de outubro; amanhã, os nascidos em novembro; e esse lote se encerra na sexta, para os clientes nascidos em dezembro. De acordo com levantamento da Caixa, 8,3 milhões estão recebendo a primeira nesse lote de pagamento. O valor total do lote supera R$ 5,3 bilhões.

Segunda parcela

Beneficiários que receberam a primeira parcela até o dia 30 de abril começaram a receber a segunda parcela no último dia 20, apenas via poupança digital. A Caixa estima que cerca de 31 milhões de pessoas
receberam nos últimos dias o depósito da segunda parcela. Na terça (26), receberam os nascidos em novembro e em dezembro, totalizando 5 milhões de pessoas.

A partir do próximo sábado, será possível sacar ou transferir o valor da segunda parcela para outras contas. O beneficiário deve ficar atento ao calendário da Caixa Econômica, que obedece a data de nascimento do
trabalhador.

O dinheiro só será liberado na boca do caixa no dia marcado. Nesta fase, todos que se inscreveram para o auxílio receberam pela conta digital da Caixa. Até o dia determinado para o saque, o valor poderá ser movimentado exclusivamente pelo aplicativo Caixa Tem, para pagamento de boletos e compras em sites cadastrados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *