Defesa recorre ao STF para ex-presidente Lula ir ao enterro de irmão

11:31 h

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu ao STF (Supremo Tribunal Federal) nesta madrugada para ir ao enterro de seu irmão, que morreu nesta terça-feira (29).

Lula recorreu de decisão da Justiça do Paraná que, segundo a defesa, somente repassou o pedido à Polícia Federal, sem garantir seu direito.

A defesa invoca no pedido o direito humanitário de Lula se despedir de um familiar.

Nesta quarta, o TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) negou o pedido para saída temporária da prisão para acompanhar o velório e enterro de seu irmão.

O desembargador Leandro Paulsen lembrou, em sua decisão, que o velório acontecerá na tarde desta quarta-feira em São Bernardo do Campo, cidade em que “centenas de manifestantes” atrasaram a prisão do ex-presidente no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em abril do ano passado.

Ou seja, segundo o magistrado, o comparecimento de Lula ao velório do irmão demandaria um grande efetivo de agentes públicos para garantir que não haveria risco à segurança pública.

O desembargador ainda avaliou que o acompanhamento do velório demandaria uma operação excessivamente custosa, em especial em um momento de “enorme crise financeira” dos estados, e citou o argumento da Polícia Federal e da Secretaria da Segurança Pública de São Paulo de que não há efetivo suficiente ou transporte aéreo suficiente por causa da tragédia de Brumadinho.

Vavá morreu aos 79 anos em São Paulo, em decorrência de um câncer no pulmão. Com informações da Folhapress.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *