SBT entra em briga com Globo para transmitir a Fórmula 1

O SBT entende que seria válido reforçar a programação com a principal categoria do automobilismo mundial, reforçando seu revigorado projeto esportivo

(NOTÍCIAS AO MINUTO) – A Globo ganhou nova concorrente na disputa pela Fórmula 1 em 2021. O SBT, que já tinha demonstrado interesse na categoria quando a Rio Motorsports tinha os direitos de negociação, entrou em contato com a Liberty Media e se candidatou a exibir a competição. As conversas ainda são iniciais -a empresa americana tem como prioridade fechar novo contrato com a maior emissora do país.

O SBT entende que seria válido reforçar a programação com a principal categoria do automobilismo mundial, reforçando seu revigorado projeto esportivo. O canal de Silvio Santo entrou em contato direto com a Liberty.

A detentora dos direitos da F1 pediu, então, um plano de cobertura, que está sendo preparado. Porém, na conversa, seus executivos deixaram claro que as conversas com a Globo estão evoluindo bem.

O SBT fica à espera. Esse poderia ser o retorno do automobilismo à sua grade depois de 21 anos. Em 2000, o canal exibiu a temporada da Fórmula Mundial (ou “Cart”, em seu nome original) em VTs, com narração de Téo José. A categoria deixou de ser disputada em 2007.

Desde a semana retrasada, Liberty e Globo começaram a conversar para a renovação contratual. O acordo vigente se encerra ao final da temporada. A Liberty Media entende que manter a parceria de anos seria o mais prudente neste momento, considerando a retração da economia global, em detrimento de novas apostas. A dona da F1 teve problemas financeiros sérios em 2020 por causa da pandemia do novo coronavírus.

O Brasil ainda representa a maior audiência da Fórmula 1 com a exibição em televisão aberta nas manhãs de domingo. O país responde por 23,5% do alcance global da categoria.

Em uma longa negociação com a Liberty, a Globo chegou a anunciar que abriria mão dos direitos da competição pela primeira vez desde 1981, por não concordar com os valores cobrados. Em 2019, a Globo ofereceu cerca de US$ 20 milhões, mas a Liberty queria US$ 22 milhões por ano para a renovação. Agora, a tendência é que as novas tratativas girem em valores inferiores. A própria Globo confirmou, em comunicado, que os valores do possível novo contrato serão compatíveis com o atual momento da economia mundial.

“A Globo retomou as conversas com a FOM/Liberty Media sobre os direitos da Fórmula 1, sempre considerando a nova realidade mundial dos direitos de esportivos”, indicou a emissora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *