França resgata 126 migrantes em rota para a Inglaterra

A França resgatou na sexta-feira 126 migrantes, incluindo mulheres e crianças, que viajavam em barcos precários para a Inglaterra, informaram as autoridades marítimas neste sábado.

Uma das embarcações, que estava em perigo ao largo do porto de Dunquerque, transportava 43 pessoas, incluindo seis mulheres, duas crianças e dois bebês, informaram as autoridades em um comunicado. Um dos migrantes apresentava sinais de hipotermia.

Outros 40 migrantes foram resgatados na costa de Calais por um rebocador de intervenção, assistência e resgate.

O mesmo rebocador também socorreu 43 outros migrantes em perigo na costa de Dunquerque. Os próprios migrantes pediram ajuda, segundo as autoridades. Todos foram levados para o porto de Dunquerque e entregues à polícia de fronteiras.

As travessias ilegais do Canal da Mancha aumentaram desde 2018, apesar do perigo associado à densidade do tráfego marítimo, fortes correntes e baixas temperaturas da água.

De acordo com as autoridades francesas, cerca de 15.400 migrantes tentaram a travessia entre 1º de janeiro e 31 de agosto, dos quais 3.500 foram “resgatados em dificuldades” e retornaram à costa francesa.

Em 2020, 9.500 pessoas tentaram cruzar, contra 2.300 em 2019 e 600 em 2018.

Em meados de agosto, um migrante da Eritreia morreu quando o barco em que viajava afundou.

No ano passado, quatro membros de uma família curda iraniana morreram e seu filho de um ano desapareceu antes de ser encontrado vários meses depois na costa norueguesa.

Istoé

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *