Mulher morre após pegar fogo durante cirurgia na Romênia

Família da vítima soube dos detalhes através das televisões locais.

Uma paciente morreu no hospital ao ser incendiada durante uma cirurgia, em Bucareste, na Romênia. A mulher de 66 anos ficou com 40% do corpo queimado.

De acordo com a BBC, a equipe médica do Hospital Floreasca – que fazia uma intervenção devido a um câncer no pâncreas – usou um desinfetante à base de álcool na mulher de 66 anos. Depois, os cirurgiões usaram um bisturi elétrico, que quando entrou em contato com o álcool incendiou a paciente.

O incidente aconteceu no dia 22 de dezembro e a doente acabou morrendo uma semana depois.

A família contou que só tomou conhecimento da “gravidade da situação” e dos detalhes do incidente através da imprensa, uma vez que os médicos falaram apenas em um “acidente”.

“Soubemos de alguns detalhes através da imprensa, quando foram anunciados nas televisões. Não estamos fazendo acusações, só queremos saber o que de fato aconteceu”, disseram.

O ministro da Saúde romeno, Victor Costache, reagiu ao caso, garantindo que o “traumático” incidente será investigado. Entretanto, as autoridades policiais já anunciaram a abertura de uma investigação.

Com informações Notícias ao Minuto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *