Ex-cuidador se defende com áudio nas rede sociais e acusa MP de calúnia e difamação

Se quiserem podem pesquisar com a coordenadora do abrigo que eu não fiz nada. O que eu fiz foi dar amor e carinho para aquelas crianças. Se as crianças engordaram e uma delas teve tratamento médico e foi acompanhada por vários profissionais enquanto trabalhei lá, pra mim isso não são maus-tratos”.

A afirmação é do ex-cuidador do Abrigo de Rio Bananal/ES, Jackson Luiz Taylor. Para se defender ele gravou um áudio e postou em grupos de Whatsapp. No referido áudio ele afirma ainda que, “quanto ao Ministério Público, sua advogada está tomando a providências, pois se trata de calúnia e difamação”.

Ele, que deixou o cargo ao ser acusado de maltratar três crianças, uma delas com microcefalia,  razão pela qual está sendo investigado pelo Ministério Público e responde a Processo Administrativo por problemas com outro cuidador, pelo seu áudio entende-se que processará o MP por calúnia e difamação.

A denúncia de maus-tratos ao Ministério Público foi feita pelos servidores do abrigo, para onde são encaminhadas crianças vítimas de violências, maus-tratos, abandono e em situação de perigo. Testemunhas disseram que Jackson é polêmico e sempre se envolve em debates calorosos pelas redes sociais.

Fonte: Colatina News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *