Foragido é preso em Guarapari, ES, com carros de luxo e quase R$ 300 mil em dinheiro

Segundo as investigações, ele usava nome falso e, mesmo condenado, continuava exercendo liderança no tráfico de drogas.
A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira, 1/7, a Operação ASSEPSIA, destinada à prisão de foragido da Justiça e ao combate ao tráfico de drogas e à lavagem de dinheiro.

A operação contou com a participação de seis policiais federais e foram cumpridos dois mandados de prisão que estavam em aberto, da Justiça do Rio de Janeiro, e um mandado de busca e apreensão no município de Guarapari, no Sul do Espírito Santo, onde o condenado estava vivendo com nome falso, para evitar sua identificação pelas forças estatais.

Durante a busca, foram apreendidos dois veículos de luxo e aproximadamente R$ 280 mil em espécie, que se suspeita serem provenientes do tráfico de drogas.

ENTENDA O CASO

A Polícia Federal recebeu informes da presença do condenado vivendo em Guarapari/ES, de onde continuaria exercendo liderança no tráfico de drogas.

Foram realizadas diligências para confirmação dos fatos, quando restou identificado o endereço, bem como indícios de que os proveitos do tráfico de drogas estavam sendo ocultados em nomes de terceiros, o que ensejou a instauração de inquérito e pedido de busca e apreensão.

O criminoso foi condenado na operação AEGIR, que tramitou na 8a. Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, e investigou a remessa de cocaína para o exterior através do Porto do Rio de Janeiro.

A razão do nome da operação é pelo fato dos traficantes, quando condenados, utilizarem meios para ocultação do dinheiro auferido com a atividade ilícita, efetuando manobras para lavar o dinheiro e afastá-lo de sua origem ilícita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *