Praça Mesquita Neto em São Mateus ES, um desafio sem fim para a administração municipal

08:58 h

Com um cenário ruim, e diante do que é visto, a Praça Mesquita Neto vem se tornando um desafio diário para a administração municipal contra moradores de rua e mendigos.

A praça Mesquita Neto em São Mateus, a cada dia vem se tornando um desafio muito grande para a administração atual, contra moradores de ruas e mendigos, que chegam e ficam dentro da praça.

Com os moradores de rua que aos poucos fizeram da praça uma hospedagem, onde é possível se notar barracas, e muitos deles em pequenos grupos, quando não estão dormindo bem a vontade em cima das gramas, o dia a dia na praça, torna-se ruim mais e mais.

Uma praça que era para ser um cartão postal de visita, por ter um terminal rodoviário que diariamente passam milhares de pessoas, e que ao mesmo tempo desembarcam em São Mateus para outros fins, vem sendo visada como uma praça perigosa devido aos acontecimentos, e a falta de segurança que era para existir.

Com uma situação que aos olhos de quem tem que utilizar a praça, para um lazer, fica impossível devido a tantos moradores de ruas e mendigos que se hospedam ali, por ter um terminal rodoviário bem perto.

Um homem que não quis ser identificado, disse que ao passar pela praça um morador da praça, lhe pediu cinco reais, pois segundo o morador, seria para comprar um sorvete para sua mulher que segundo ele estava grávida, como referiu, então o homem disse ” eu te dou da seguinte forma, tenho uma garrafa com água dentro do meu carro e uma escova, você vai pega o material, e limpa os quatros pneus, aí te dou o valor que me pediu”, disse o homem ao morador de rua.

O morador de rua respondeu ao homem o seguinte, que só pediu o dinheiro, e não trabalho, ainda disse outras palavras desagradáveis ao homem.

Com essa situação que aos poucos foge do controle da administração, a praça Mesquita Neto está se tornando um lugar “ermo e escuro”, lugar onde não se pode ir com a sua família, que antes era um ponto favorável a toda comunidade, por estar centralizada em tudo.

Comerciantes que atuam na noite dos finais de semana, relataram que muitos clientes deixaram de ir até a praça para saborear os alimentos que são vendidos, devido a esses moradores de rua e outros que acabam incomodando o lazer das pessoas e pedindo constantemente.

Em um outro lado da praça, existe um lugar que esses moradores de rua já fizeram como banheiro, que eles usam só para urinar, e fica um odor muito forte é sentido por quem passa pelo local, além de outros comerciantes que atuam em seus comércios localizados na rua João Bento Silvares.

Nossa reportagem na noite deste domingo (28), observou toda esta situação dos moradores de rua e mendigos, e realmente é bem notório com o que foi observado na praça em fim de semana, vazia.

Portanto, esse problema da praça Mesquita Neto, se torna um desafio muito logo, que poderia ser amenizado pela prefeitura com a guarda patrimonial, para resguardar de forma mais aplausível, e dar no mínimo uma dignidade a todos que querem chegar e usufruir de um patrimônio que é de todos.

One thought on “Praça Mesquita Neto em São Mateus ES, um desafio sem fim para a administração municipal

  • 10/06/2019 às 03:11 em 03:11
    Permalink

    Estou pensando em abandonar minha familia, não aguento o desemprego.
    Estou procurando uma cidade para fugir e encontrei esta matéria…

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *