Vereador Jozail do bombeiro denuncia falta de videomonitoramento em São Mateus ES

07:37 h

Com a aproximação do carnaval Guriri 2019 em São Mateus, o legislativo está preocupado com a falta de segurança que acontece no município.

De acordo com as informações do vereador Jozail do bombeiro, a situação em segurança de videomonitoramento, de fato não esta funcionando como devia estar.

Segundo ele, em 2017 quando assumiu como legislador do município, relata que foi uma preocupação, que no mesmo ano o serviço não funcionou, e que em 2018 ouve uma ação do Ministério Público, para que o carnaval acontecesse teria que ter o serviço de videomonitoramento no balneário de Guriri.

Ainda de acordo com o vereador para cumprir o festejo carnavalesco em 2018, foi preciso retirar algumas telas do centro de videomonitoramento que fica no 13º batalhão, e  transferir para o balneário. Ainda  diz, que por sorte não aconteceu nada, mas  ressalta, que foi uma enganação e não funcionou.

Segundo  o vereador  em 2018,  foi levado o videomonitoramento para o balneário de Guriri para monitorar os foliões, no mesmo ano trouxeram de volta todos os equipamentos para o centro no 13º batalhão onde é a base.

O vereador Jozail ressalta que no centro de videomonitoramento eram 36 operadores que faziam o trabalho de monitorar a cidade, onde em média dividia em em turnos de 12 operadores, hoje se resume em (02) operadores, e que durante o final de semana só fica (01) operador fazendo o trabalho de monitoramento com 04 telas de computador, que segundo o legislador não resolve o problema.

O vereador diz que tudo isso é enganar as pessoas, e que não são 80 câmeras funcionando, e sim  76,  e em uso só tem 65 funcionando, mas segundo ele não existe monitores e muito menos os operadores para visualizar e acompanhar o que acontece na cidade.

Segundo o vereador Jozail do bombeiro, para esse ano de 2019 foi votado na câmara municipal um valor de R$ 660 mil, para ser investido no setor de videomonitoramento, em relatos ele diz ainda, que não precisa desse valor total mas já está aprovado, para o serviço ser feito. Enfatiza, que esse problema vem desde de 2017, quando a gestão anterior suspendeu o contrato e não mais houve uma preocupação com a segurança da população em videomonitoramento.

Desde então os assaltos estão acontecendo em toda cidade, e são constantes,  a polícia militar não dá conta de conter os delitos, devido ao efetivo reduzido, e que não é culpa de São Mateus, e sim de gestões anteriores que não se preocuparam com a população em ter que dar segurança. Segundo ele, esse surgimento de videomonitoramento na cidade, surgiu ainda na gestão anterior do governador Renato Casagrande, onde funcionou muito bem, mas, não foi dado prosseguimento dentro do município.

Conceição da Barra por ser um município pequeno, o serviço de videomonitoramento funciona muito bem, onde as autoridades não tem trabalho para capturar bandidos em fuga. E que é uma vergonha para São Mateus, e que o município tem sim responsabilidade pela segurança pública, onde todos, legisladores e executivo, tem que colaborar para a segurança de todos.

Ele diz que como legislador fica preocupado, porque também foi vitima de uma tentativa de assalto, em frente a sua casa tentaram roubar um caminhão, que segundo ele devido a movimentação, acordou na hora do delito e também na rua onde mora tem câmeras de videomonitoramento instalada, e que não é de obrigação das pessoas ter que colocar as câmeras e que cabe a prefeitura fazer com que funcione todo o serviço de videomonitoramento.

O governo do estado de acordo com o contrato firmado com o município era de que o estado instalaria todo o sistema, as câmeras e também os equipamentos, e a prefeitura entraria com o pessoal e o local, onde foi cedido pelo 13º batalhão, mas infelizmente todo o equipamento esta parado e ele espera urgente que alguma coisa seja feita para que aconteça um carnaval seguro, e não aconteça o pior para poder fechar as portas, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *