TikTok aprova novas regras para combater “ideologia de ódio”

A empresa pretende combater abuso na plataforma

A rede social TikTok publicou novas diretrizes para a sua comunidade que incluem uma nova regra banindo quem “negar existência de eventos violentos bem documentados”.

O objetivo da empresa responsável da app – que se tornou um sucesso entre os mais jovens – é evitar a proliferação de teorias da conspiração, como quem nega que o Holocausto tenha de fato ocorrido, ou até mesmo a escrevidão.

Ao Business Insider, um porta-voz da TikTok admite que estas teorias da conspiração serão vigiadas na plataforma e que se enquadram dentro da “ideologia de ódio” da plataforma. É uma forma de combater a desinformação e preservar a história.

Com informações Notícias ao Minuto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *