Ministério do Turismo seleciona profissional para atuar no desenvolvimento do turismo gastronômico

Em parceria com a Unesco, a Pasta irá selecionar um consultor de turismo, gastronomia ou de áreas afins para propor ações no segmento

O Ministério do Turismo, em parceria com a Unesco, irá selecionar um profissional de turismo, gastronomia ou de áreas afins para a formulação de ações e estratégias voltadas ao desenvolvimento do turismo gastronômico no país. O edital foi divulgado na última sexta-feira (19), no Diário Oficial da União (DOU), e as inscrições ficarão abertas até o próximo dia 28 de março. A parceria com a Pasta terá a duração de 11 meses, e o selecionado irá criar seis produtos que poderão ser executados pelo MTur.

Os interessados deverão encaminhar currículo ao Ministério do Turismo, por meio do endereço eletrônico [email protected], indicando o número do edital e o nome do perfil ao qual se candidatam (Edital n° 1/2021 – Projeto 914BRZ4024). Não poderão participar servidores ativos da Administração Pública Federal, Estadual, do Distrito Federal ou Municipal, direta e indireta, e nem empregados de suas subsidiárias ou controladas, no âmbito dos projetos de cooperação técnica internacional.

O ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, destacou a importância da seleção para a adequação do turismo gastronômico no Brasil. “Temos uma grande variedade gastronômica em nosso país, e ela é bem avaliada por mais de 90% dos turistas que visitam o nosso país. Precisamos utilizar isso em favor do nosso setor, e esse edital vem justamente para isso. Pretendemos transformar o nosso potencial em realidade e na geração de emprego e renda para o Brasil” pontuou.

Entre os produtos que serão apresentados estão o mapeamento dos principais eventos gastronômicos nacionais, roteiros gastronômicos e produtos turísticos brasileiros ligados à gastronomia; a sistematização das políticas, programas e projetos desenvolvidos, em âmbito nacional e estadual, relacionados ao fortalecimento do turismo gastronômico; e o levantamento e a sistematização de informações relacionadas à gastronomia que contribuam para a construção de indicadores do setor e o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *